segunda-feira, 15 de março de 2010

Grupo teatral não sobrevive se não diversificar

Eu estou fazendo um curso na Funarte, de manipulação de objetos e bonecos com a CIA Truks, muito legal e logo na primeira aula do dia 10 de março de 2010, fomos convidados pelo Grupo Pombas Urbanas a assistir uma apresentação comemorativa dos seus 20 anos de existência.
Era um pedaço da peça deles sobre um homem que virava cachorro. Foi muito engraçado e o que deu para perceber e o que me chamou a atenção é que eles entravam cantando e cada um tocando um instrumento. Isto foi muito bom, porque mais uma vez ficou fixa na minha cabeça a idéia de que grandes grupos e companhias de teatro se diversificam para se fixar no mercado. Se vou querer ter um grupo de teatro, para mim a premissa básica é: Vá aprender um instrumento, trabalhe sua voz para o canto. Assim como o Grupo Galpão de Minas Gerais, Lumi de Campinas, Confraria da Paixão (SP), Grupo Caldeirão, e tantos outros que tem como diferencial a música com canto e instrumentos que com certeza dá um colorido todo especial a cena e ao conteúdo.
É isso aí,
Valeu

Até a próxima aventura...
Postar um comentário